Fortaleza -

TEMAS DAS CÉLULAS – MÊS DE AGOSTO 2018

“Mesmo quando estamos na posição de autoridade espiritual,

devemos sugerir, e não mandar. Liderança é conquista, é servidão.”

Pr. Abe Huber

 

 

TEMA: A NOVA VIDA EM CRISTO

 

QUEBRA GELO: O nascimento é opcional? Alguém pode escolher de quem quer ser filho?

 

TEXTO: 2Co 5.17 – Jo 3.3

 

INTRODUÇÃO: Com Jesus tudo é novo: novos caminhos, novas forças, novas conquistas e uma nova vida. O primeiro passo de quem recebe Jesus como seu Senhor e Salvador é a sua rendição. Render-se a Cristo implica em viver um novo estilo de vida, uma nova maneira de ser e agir. Jamais alguém conseguirá isso sem passar pelo “Novo Nascimento”. Portanto, “Nova Vida” em Cristo é:

 

 

1)   É UMA EXPERIÊNCIA PESSOAL

Ninguém pode nascer no lugar de outra pessoa. Trata-se de uma experiência única e pessoal, e ninguém entra no reino dos céus sem primeiro nascer de novo (Jo 3.3). Todo homem já nasce em pecado e está espiritualmente morto, ou seja, separado de Deus e corrompido pela velha natureza adâmica, herdada de seus pais (Sl 51.5).  Quando você entrega a sua vida a Jesus, imediatamente o Espírito Santo vem habitar em você, dando vida ao seu espírito que estava morto (Ef 2.1-5). O homem foi gerado no Éden, degenerado pelo pecado e regenerado pelo novo nascimento. Ninguém lhe perguntou se você queria nascer da carne. Mas hoje você é desafiado a nascer do espírito, ou seja: a “Nascer de Novo”. A escolha é sua: “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus ” (João 1.12).

 

 

2)  É UMA OBRA-PRIMA DO ESPÍRITO SANTO

Não existe rendição sem a ação do Espírito Santo. É Ele quem convence o homem do pecado, da justiça e do juízo (Jo 16.7-8). Quando alguém ouve a palavra de Deus e a aceita (Ap 3.20), o Espírito Santo vem e a vivifica, produzindo um efeito concreto de limpeza e mudança em seu interior (Jo 7.38; Tg 1.18; Jo 6.63). Só Ele pode levar você para onde a carne jamais iria. Quando uma pessoa está viva, seu corpo fica sensível. Quando estamos em Cristo, o Espírito Santo em nós nos dá a sensibilidade para discernirmos aquilo que agrada ou desagrada a Deus (Rm 8.11-14). Arrependimento, segundo o homem, gera culpa e reincidência. Arrependimento, segundo o Espírito Santo, gera mudanças e santidade.

 

 

3)  É TER UMA NOVA NATUREZA

Assim como a lagarta passa pela metamorfose para se transformar em borboleta, o homem natural precisa nascer de novo para receber uma nova natureza e transforma-se numa nova criatura. Quando um ímpio peca, ele age de forma natural, porque aquilo faz parte da sua natureza. Agora, com a natureza de Cristo agindo em você, ao pecar você vai sentir o peso do pecado, porque o pecado já não faz parte de sua nova natureza (1Jo 3.9, 1Jo 2.1).

 

 

CONCLUSÃO – O Novo Nascimento é a ação sobrenatural do Espírito Santo em nós. Essa experiência nos leva a gozar de uma paz diferente da que o mundo dá, passamos a sentir um amor e uma alegria indizível e cheia de glória (1Pe 1.8). Portanto, toda pessoa salva em Cristo Jesus passa a ter uma nova natureza e a viver uma nova vida em Cristo Jesus (2Co 5.17).

 

 

 

 

#################################################################################################

 

 

 

OS FRUTOS DA NOVA NATUREZA

 

QUEBRA GELO: Você já provou uma laranja azeda pensando que fosse doce? O que sentiu?

 

TEXTO: Tg 4.4 – 1Jo 2.15-17 – Gl 5.22-24

 

INTRODUÇÃO: A experiência do “Novo Nascimento” gera em nosso coração uma nova natureza. Como pecadores nós odiamos o que Deus ama e amamos o que Deus odeia. Quando nascido de novo começamos a amar o que Deus ama e a odiar o que Deus odeia. Isso podemos chamar de frutos da “Nova Natureza”. Vejamos alguns aspectos importantes sobre esses frutos:

 

 

01 – SÓ PRODUZ FRUTOS QUEM CRESCE

Quando uma criança nasce é natural seu organismo desejar alimentar-se para poder crescer. Da mesma forma, quando nascemos de novo é natural desejarmos crescer espiritualmente. A Bíblia diz: “desejai ardentemente, como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual, para que, por ele, vos seja dado crescimento para salvação” (1Pe 2.2). Muitos tentam crescer espiritualmente, mas ainda não passaram pela experiência do novo nascimento, da entrega genuína de seu coração à Cristo. Como pode crescer alguém que não nasceu? Os frutos somente virão depois de certa maturidade, para isso é preciso nascer e crescer na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo (2Pe 3.18). – Você tem gerado frutos?

 

 

02 – OS FRUTOS SÃO NATURAIS

No novo nascimento passamos a ter uma nova vida (Rm 6.4-11), um novo coração (Ez 36.26), um espírito novo (Ez 11.19), passamos a ser um novo homem (Ef 4.24) participante da natureza divina (2Pe 1.4-11). Este novo homem faz morrer a sua natureza terrena com suas paixões, despindo-se do velho homem e revestindo-se do novo (Cl 3.5-10) e passa a gerar naturalmente frutos de uma nova vida, resultado da nova natureza. A árvore dá frutos de acordo com a sua espécie (Mt 7.16-21). – Quais tem sido o seus frutos?

 

 

03 – CONTRA FRUTOS NÃO HÁ ARGUMENTOS

Portanto, é natural para o cidadão dos céus evitar o pecado, ser humilde, ter afetos de misericórdia, de bondade, de mansidão, de longanimidade, suportar os outros e perdoar, da mesma forma que Cristo nos perdoou. E, acima de tudo viver naturalmente o amor que é o vínculo da perfeição (Cl 3.12-14). É normal para quem já nasceu de novo instruir-se na Palavra de Cristo, ter um coração grato e fiel, agir com prudência e sabedoria, louvar a Deus de coração e ser perseverante. (Cl 3.15-17). Portanto: “a produção de frutos é a expressão da salvação, não o meio para alcançá-la.” Só produz frutos de uma nova vida quem já é salvo. Seus frutos evidenciam quem você é! Revelam a sua natureza! – Seus frutos são saudáveis?

 

CONCLUSÃO – Somos conhecidos pelos nossos frutos. Apenas produziremos frutos de acordo com a nossa espécie. Essa é a lei da reprodução que rege nossa natureza em todas as esferas. Só reproduz, quem produz! Quando geramos frutos, reproduzimos, porque os frutos se tornam sementes. Portanto, ganhar almas para Jesus faz parte da natureza daqueles que já nasceram de novo. “Quem não nascer de novo, um dia desejará nunca ter nascido. ”

 

 

 

 

##################################################################################################

 

 

 

 

TEMA: A SANTIDADE FAZ PARTE DA NOVA NATUREZA

 

QUEBRA GELO: Você acharia natural ver um gato latir? Isso é possível?

 

TEXTO: Jo 2.23-25 – Hb 12.14

 

INTRODUÇÃO: Interessante que o capítulo dois do evangelho de João termina com a afirmação de que Jesus conhecia a natureza humana e logo em seguida, João inicia o capítulo três narrando o diálogo entre Jesus e Nicodemos sobre a necessidade do novo nascimento. Aqui vemos que somente recebe uma nova natureza, a natureza divina, aquele que passa pela experiência do novo nascimento. O novo nascimento vai refletir numa vida de santidade, porque:

 

1)  É NATURAL CADA UM AGIR CONFORME A SUA NATUREZA – Gl 5.16,17

Você não vê um boi voando, e nem um pássaro puxando um carroção de boi. Cada qual age de acordo com a sua natureza. Em Cristo Jesus desfrutamos de uma nova natureza, portanto agora é a vida de Cristo em nós (Gl 2.20). Quando agimos no pecado, agimos na natureza humana. Quando agimos em santidade, agimos na natureza de Cristo. Somente quem tem Jesus consegue dominar o desejo da carne e viver uma vida de santidade.

 

2)  É NATURAL PARA A OVELHA EVITAR A LAMA – Sl 69.14

O porco não se importa com o lamaçal. A ovelha já é ao contrário. Se a ovelha não se limpar da lama a sua lã vai pesar e ela vai adoecer. Da mesma forma, se o cristão não se limpar do pecado, vai morrer. Isso ilustra bem que aqueles que nasceram de novo precisam viver num constante processo de santificação. A santificação é como banhar-se todos dos dias. O pecado cheira mal nas narinas de Deus. Já a vida de santidade O agrada porque ela provém da fé (Hb 11.6).

 

3)  É NATURAL PARA QUEM JÁ NASCEU DE NOVO SANTIFICAR-SE – 1Co 6.11

As cartas de Paulo, geralmente são dirigidas aos santos que estão em determinada cidade. No entanto, vemos ele repreendendo e apontando seus erros. Ao aceitarmos o Senhor Jesus Cristo como nosso Salvador, somos transformadas em santos (separados). Mas, mesmo assim, precisamos viver em santificação enquanto aqui estivermos nesta peregrinação terrena (1Pe 2.11,12). Veja o que Paulo diz: “à igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados para ser santos, com todos os que em todo lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso. ” (1Co 1.2).

 

CONCLUSÃO – É natural cada um agir conforme a sua natureza. É impossível santificar-se sem Jesus. Só o sangue de Jesus nos purifica de todo pecado e só o Espírito Santo nos convence do pecado, da justiça e do juízo. Portanto, é natural para quem já nasceu de novo buscar a santificação, livrar-se do pecado e viver uma nova vida em Cristo Jesus (2Co 5.17).

 

 

 

 

################################################################################################

 

 

 

TEMA: A TRANSFORMAÇÃO VINDA DE JESUS

 

QUEBRA-GELO: Caixinha de surpresas

Prepara-se uma caixinha com tarefas engraçadas, fechando-a bem. Todos sentados em círculo. A caixinha deverá circular de mão em mão até um sinal dado, ou ao som de uma música. Aquele que estiver com a caixinha no momento em que é dado o sinal, ou em que a música para, deverá tirar da caixinha um papel e executar a tarefa prescrita.

Exemplos de tarefas: Cantar um louvor – Imitar um coelho – dançar engraçado – latir como cachorro bravo – imitar um gatinho que pede comida – imitar um cavalo sendo domado – caminhar como pato – imitar uma ovelhinha – imitar um leão bravo – imitar o pica pau – imitar o líder de célula – imitar uma criança – imitar um bebê recém-nascido que chora – etc.

 

TEXTO: João 2.1-11

 

INTRODUÇÃO: Existem coisas na nossa vida que precisam de uma transformação. Talvez situações financeiras, familiares, emocionais, físicas ou até mesmo a nossa própria vida esteja uma “água” que precisa ser transformada em um “vinho” excelente. Vamos analisar alguns requisitos para que o poder transformador de Jesus nos alcance e mude tanto a nossa vida como as situações que nos envolvem. O que é necessário para experimentarmos o poder transformador de Jesus?

 

1 – JESUS PRECISA SER CONVIDADO. (vrs. 1,2)

Para você, o que significa convidar Jesus para alguma coisa, ou área da sua vida? (deixe falarem)

Explique: Todo convite para Jesus tem que ser uma permissão!! … (Salmos 37.5).

 

2 – PRECISAMOS RECONHECER QUE NECESSITAMOS DE UMA TRANSFORMAÇÃO EM NOSSA VIDA. (vrs. 5)

Já deixou de pedir algo para alguém por orgulho ou vergonha?

Não deixe o orgulho ou a vergonha te dominar, seja humilde e reconheça, que você precisa de Jesus em sua vida. Hb 10.19-22

 

3 – PARA RECEBER ALGO É NECESSÁRIO RECONHECER QUE ELE PODE REALIZAR. (vrs. 7-9)

Você realmente acredita que Deus pode realizar algo sobrenatural na sua vida? Hb 11.6

 

CONCLUSÃO: Jesus transformou água em vinho. Significa que aquele ambiente tinha graça no início e posteriormente se tornou sem graça, mas é tempo de buscarmos Jesus de uma forma tão intensa que Ele sempre estará conosco e nunca mais deixará nossas vidas ficar sem graça viveremos vendo os milagres de Deus em nossas vidas, por que somente Ele tem poder de transformar a nossa vida ou qualquer situação que nos envolva. Todos reconheceram que Jesus era o único que podia resolver aquela situação. O Senhor vai onde é convidado. Não entra sem convite! Pois não é ladrão e nem salteador. Satanás sim, entra sem ser convidado. Convide Jesus para entrar em tua vida…Ele quer, Ele deseja te abençoar

 

 

Print Friendly
Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Busca na Bíblia
Patrocinadores

Voltar ao Topo