Fortaleza -

TEMAS DAS CÉLULAS – MÊS DE JANEIRO 2020

 

 

 

“Jesus escolheu pessoas simples e comuns para seus discípulos.

 

Ele se preocupou mais com disponibilidade do que com habilidade.”

 

Pr. Abe Huber

 

 

 

##################################################################################################

 

 

 

 

TEMA: DEUS QUER TE DAR UM RECOMEÇO

 

TEXTO: Rute 1:16-17

 

INTRODUÇÃO: Certa vez, nos tempos dos juízes, aconteceu uma grande fome na terra. Diante disso, Elimeleque, sua esposa Noemi e seus dois filhos (Malom e Quiliom) deixaram a casa em Belém para peregrinar pelos campos de Moabe. Lá, os rapazes de casaram com duas moabitas (Rute e Orfa).  Porém, os três homens da família morreram, restando apenas as três viúvas. Começou então, um grande drama familiar.

 

DISCUSSÃO:

Por mais que a família de Elimeleque houvesse errado, Deus não abandou Noemi nem as suas noras e lhes deu um novo começo. Diante desta história, vamos aprender mais sobre a restauração de Deus ao que foi destruído em nossas vidas:

 

 

1)      As escolhas para o recomeço (Rute 1:5)

 

Diante daquela tragédia, Noemi tinha duas opções: reconhecer que sua família errou ao deixar Belém (que significa “casa do pão”) contra a vontade de Deus, para se aventurar em uma terra idólatra e voltar para o seu povo; ou então seguir adiante em Moabe, longe dos cuidados do Senhor.

 

Tenho certeza que você já passou por situação parecida, não é mesmo? Não é nada fácil olhar para trás e ver que tomamos a decisão errada, que escolhemos sair da presença de Deus. Mais difícil ainda é ter que olhar para frente e decidir qual caminho tomaremos para recomeçar.

 

 

2)      Aprenda a recomeçar, apesar das perdas (Rute 1:5-6)

 

Logo após a morte dos homens da casa, Noemi ficou desamparada. Não tinha ninguém a quem recorrer. Então, ela toma uma atitude que mudou os rumos de sua vida: ela decide voltar para sua terra em busca do recomeço e pede para que suas noras retornem para suas famílias.

 

Noemi nos ensina uma grande lição nesse momento: ela teve humildade para reconhecer que havia errado e decidiu voltar ao lugar aonde Deus operava.

 

 

3)      Aprenda a amar incondicionalmente (Rute 1:11-16)

 

Enquanto Orfa voltou para os seus familiares, Rute, por amor, abandonou o seu povo e os deuses dos moabitas para acompanhar a sogra (já idosa). Rute decidiu enfrentar uma mudança radical em sua vida, cortando os laços com o passado e até com a sua nação, para seguir com Noemi para Belém. Ela disse: “Aonde fores irei, onde ficares ficarei! O teu povo será o meu povo e o teu Deus será o meu Deus!” (versículo 16).

 

Esta é, com certeza, uma das maiores declarações de amor e de renúncia encontradas em toda a Bíblia. E é exatamente essa essência que deve caracterizar todos aqueles que decidem recomeçar a vida com Cristo (Lucas 9:62).

 

 

4)      Deixe Deus te dar um recomeço (Rute 4: 13-17, Deuteronômio 25:5-10)

 

Deus disse em Deuteronômio 23:3 que nenhum amonita ou moabita entraria na Sua congregação. Ainda assim, a fé que Rute tinha no Deus de Israel a salvou (mesmo sendo estrangeira e vinda de um povo idólatra). Ela permitiu que o Senhor lhe desse um recomeço e, como recompensa, se tornou mãe de Obede, bisavô de Davi.

 

 

CONCLUSÃO:

Quem poderia imaginar que Rute teria um recomeço de vida tão maravilhoso? De estrangeira viúva, ela se tornou integrante da árvore genealógica de Jesus (Mateus 1:5)! Quando Rute passou pelo pior momento de sua vida, ela tinha tudo para voltar para o seu povo idólatra, mas escolheu seguir os caminhos de Deus e, por isso, recebeu uma recompensa muito maior do que poderia imaginar!

 

PARA REFLETIR:

. Qual é a maior dificuldade que você encontra quando percebe que tomou uma decisão errada?

. Você ama a Deus a ponto de virar as costas para o seu passado e caminhar na direção dEle?

. Você já permitiu que Deus te dê um recomeço? Se não, o que te falta?

 

 

 

 

##################################################################################################

 

 

 

 

TEMA: “O PODER TRANSFORMADOR DE CRISTO”

 

TEXTO: João 2:1-11

 

INTRODUÇÃO: Jesus transformou água em vinho. Algo que extrapola os limites naturais da física e da razão. Existem coisas, na nossa vida, que precisam de uma transformação. Talvez situações familiares, financeiras, emocionais, físicas ou até mesmo a nossa própria vida estejam como uma “água” que precisa ser transformada em um “vinho excelente”. Vamos analisar alguns requisitos para que o poder transformador de Jesus nos alcance e mude tanto a nossa vida como as situações que nos envolvem:

 

 

1.    JESUS PRECISA SER CONVIDADO

 

Jesus realizou a transformação naquele casamento, porque havia sido convidado pelos noivos. Não é possível esperar que Jesus promova uma transformação em nós sem que antes o tenhamos convidado para habitar em nosso coração. Algumas pessoas buscam a “bênção” e deixam de buscar o “abençoador”. A transformação ocorrerá como consequência da entrega total da nossa vida a Jesus, convidando-o a estar presente em nós, na nossa família, no nosso casamento, nas nossas finanças, nas nossas emoções etc.

 

 

2.    RECONHECENDO AS NECESSIDADES

 

Em um determinado momento alguém disse: “acabou o vinho”. Algumas pessoas deixam de experimentar uma transformação porque o orgulho ou a vergonha impedem-nas de reconhecer uma necessidade em sua vida. Mesmo sabendo que acabou o “vinho” no seu casamento, na sua vida financeira, nos seus relacionamentos etc, preferem “empurrar com a barriga” do que admitir que precisam de Deus. Se tivermos uma necessidade, em qualquer área da nossa vida, temos que ter a humildade de reconhecê-la e pedir ajuda a Jesus. Pode ser que a nossa maior necessidade hoje seja a transformação da nossa própria vida

 

 

3.  DEIXANDO JESUS AGIR

 

Jesus transformou água em vinho. Ele tem o poder de transformar a nossa vida ou qualquer situação que nos envolva. Nem os discípulos (apóstolos), nem a mãe de Jesus puderam realizar o milagre, porque apenas Jesus tem esse poder. Todos reconheceram que Jesus era o único que podia resolver aquela situação. Temos que pedir o milagre à pessoa certa: Jesus. Ele é poderoso para fazer muito mais do que lhe pedimos ou pensamos. De nada adiantará convidar Jesus, reconhecer a nossa necessidade e pedir ajuda a Ele se não fizermos o que Ele nos manda. Jesus ordenou: enchei as talhas de água e transformou-as em vinho excelente.

 

 

CONCLUSÃO:

Fazer tudo o que Jesus disser significa obedecer aos Seus mandamentos que estão registrados na Sua Palavra. Somente quando passarmos a fazer o que Ele nos diz, poderemos experimentar do seu poder transformador. As bênçãos de Deus estão disponíveis para aqueles que buscam e cumprem aquilo que Ele nos pede através da sua Palavra: “Eis que estou à porta e bato: se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei na sua casa e com ele cearei e ele comigo.” (Apocalipse 3:20).

 

 

 

 

##################################################################################################

 

 

 

 

TEMA: “QUATRO CHAVES PARA O MILAGRE”

 

TEXTO: Lucas 6:6-10

 

INTRODUÇÃO: Podemos ter áreas “mirradas” em nossas vidas, problemas que nos impedem de conquistar, que nos envergonham e entristecem e até limitam nossa relação com as outras pessoas. Assim como esse homem da história bíblica, que tinha uma mão ressequida, precisava de um milagre, nós também, às vezes, precisamos. Mas, como conseguir que Deus haja e nos liberte das coisas que estão amarradas em nossas vidas?

 

 

1. ESTANDO ONDE JESUS ESTÁ

 

“Sucedeu que, em outro sábado, entrou ele na sinagoga e ensinava. Ora, achava-se ali um homem cuja mão direita estava ressequida” (v.6). Muitas pessoas buscam o milagre no lugar errado ou nem o buscam. Esse homem se encontrava onde Jesus estava operando e, por isso, ele foi curado. E onde é que Jesus está? Ele está no meio de pessoas que o buscam e que se reúnem em seu nome, assim como na célula e na igreja (Mt 18.20). Não adianta buscá-lo no meio da idolatria ou em ambientes que conduzem ao pecado: “Eu sou o Senhor, este é o meu nome; a minha glória, pois, não a darei a outrem, nem a minha honra, às imagens de escultura” (Is 42.8).

 

 

2. VENCENDO OS PRECONCEITOS RELIGIOSOS

 

“Os escribas e os fariseus observavam-no, procurando ver se ele faria uma cura no sábado, a fim de acharem de que o acusar” (v.7) – Por incrível que pareça, a religiosidade é um dos maiores empecilhos para que as pessoas tenham uma experiência com Deus. Esse homem, para ser curado, precisou enfrentar pessoas (religiosas que não queriam que ele abraçasse a fé e se tornasse um crente em Jesus) e preconceitos (ideias religiosas distorcidas, que não tinham respaldo na Palavra de Deus). Será que tudo o que você aprendeu sobre Jesus ou sobre Deus está na Bíblia ou há muitas mentiras da religião? – veja Mateus 15:3: “Ele, porém, lhes respondeu: Por que transgredis vós também o mandamento de Deus, por causa da vossa tradição?”

 

 

3.  ASSUMINDO NOSSA FÉ EM JESUS

 

“Mas ele, conhecendo-lhes os pensamentos, disse ao homem da mão ressequida: levanta-te e vem para o meio; e ele, levantando-se, permaneceu de pé” (v.8). Às vezes queremos a bênção, mas não queremos assumir a nossa fé diante dos outros e a nossa obediência ao Senhor. Temos receio de sermos rejeitados, ridicularizados ou taxados como “fanáticos”. No entanto, Deus só tem compromisso com quem assume compromisso com Ele: “Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus; mas aquele que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus” (Mt 10.32-33).

 

 

4. RECONHECENDO NOSSAS LIMITAÇÕES

 

“E, fitando todos ao redor, disse ao homem: Estende a mão. Ele assim o fez, e a mão lhe foi restaurada” (v.10). Aquele homem só foi curado quando expôs a sua vergonha, o seu problema. Da mesma maneira, quando se chega à igreja, é preciso ser humilde o suficiente para permitir que os líderes e irmãos saibam as áreas que necessitam de cura e, assim, através do quebrantamento e obediência, o Senhor transforme e mude o que é vergonhoso num grande testemunho: “Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e façam oração uns pelos outros, para que vocês sejam curados. A oração de uma pessoa obediente a Deus tem muito poder” (Tg 5.16).

 

 

CONCLUSÃO:

Vivemos um tempo em que alguns milagres têm acontecido em nosso meio como prenúncio de um tempo de avivamento que está chegando, porém, só serão alcançados aqueles que decidirem assumir sua fé em Jesus.

 

 

 

 

##################################################################################################

 

 

 

 

TEMA: “O MELHOR DE DEUS”

 

TEXTO:  Atos 3:1-10

 

INTRODUÇÃO: No fato narrado pelo texto bíblico desta mensagem, temos, diante de nós, um quadro que retrata bem os nossos anseios e necessidades, os quais a religião não pode satisfazer e que somente Deus tem para operar em nossas vidas.

 

 

1.  A RELIGIÃO NÃO TRANSFORMA

 

O homem, aquele a que se refere o texto, buscava o seu sustento nas esmolas que lhe eram dadas. Ele se contentava em sobreviver da misericórdia daqueles que lhe davam migalhas, pois era o que ele buscava e conseguia.

 

Suas necessidades eram, assim, supostamente supridas, mas o mantinha escravo da miséria, da incapacidade e do comodismo. Não imaginava que Deus tinha algo melhor, antes, o que lhe parecia bom, o impedia de pensar que pudesse ter uma vida melhor. Ele era levado à porta do templo, ao lugar aonde pessoas religiosas e piedosas frequentavam e que, diante do seu clamor, lhe davam alguma esmola. Podemos, com isso, aprender uma lição: a religião não é capaz de nos transformar. O máximo que a religião pode fazer, através das boas obras, é ter compaixão e piedade, usar a benevolência e a solidariedade para aliviar o sofrimento de alguém, mas não pode transformar, nem restaurar, nem curar, o que só é possível através da fé em Jesus Cristo.

 

Deus quer e pode nos transformar, restaurar e curar todas as enfermidades e feridas de alma, pois, na Cruz, Jesus “tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si e pelas suas pisaduras fomos sarados” (Is 53:4-5).

 

 

2. DEUS NOS OFERECE O MELHOR

 

O Senhor não quer nos dar migalhas, Ele vem para nós com Sua cura, nos resgata, nos redime, e nos torna homens e mulheres de verdade. Ele tem poder e pode fazer muito mais do que pedimos ou pensamos, muito mais do que podemos esperar (Ef 3:20). As bênçãos de Deus sempre vêm em abundância. Ele tem o melhor para nos oferecer. O que queremos ou pedimos é sempre uma boa coisa, mas Deus tem o melhor para nós.

 

Observamos no texto que aqueles que servem a Jesus devem estar preparados e capacitados, pois, em qualquer lugar ou ocasião, poderão ser provados na fé, tendo que demonstrar se aquilo que pregam é verdadeiro. Um servo de Deus deve sempre estar preparado para não ser tomado de surpresa, pois, situações como Pedro e João enfrentaram, não hão de faltar. Portanto, estejamos preparados e capacitados por Deus para, a qualquer momento, sermos instrumentos para operar um milagre.

 

 

3. SERVIR A JESUS É UM PRIVILÉGIO

 

Servir a Jesus não significa ter prosperidade material ou financeira. Aqui estão dois homens fiéis, cheios do poder de Deus, mas sem um tostão no bolso. Não tinham dinheiro, que é uma coisa boa, mas tinham algo melhor: o poder e a presença de Deus em suas vidas.

 

Talvez você esteja precisando de um milagre. Creia, aproprie-se pela fé, no poderoso nome de Jesus, do que Ele tem a te oferecer. Com certeza, você quer receber algo bom, mas Deus tem algo melhor, pois Ele nos dá além do que pedimos.

 

 

CONCLUSÃO:

Como canal de bênçãos para outras vidas, você precisa estar capacitado por Deus e numa vida de comunhão e repleta de fé no Senhor, atento, sensível e disponível para ser usado por Ele.

 

 

 

 

##################################################################################################

 

 

 

 

TEMA: “CRISTO: O NOSSO ALVO”

 

TEXTO:  Filipenses 3:13-14 (NVI)

 

INTRODUÇÃO: O apóstolo Paulo, autor da carta aos filipenses, está nos mostrando o seu estilo de vida cristã. Também está nos ensinando a não desistir da nossa caminhada até o nosso dia final e como viver em relação às coisas do passado, presente e futuro. Quanto ao passado, “esquecendo-me das coisas que atrás ficam”, quanto ao presente, “avançando para as que estão diante de mim” para, no futuro, alcançar o “prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Fl 3:13-14).

 

 

1. VIVER UMA VIDA COM PROPÓSITO

 

Existem duas realidades distintas nas quais todos nós precisamos nos firmar: Na soberania de Deus, reconhecendo que Ele tem o controle de tudo e que todas as coisas passam pelo Seu crivo e, também, que Deus tem um proposito para cada um de nós. A outra realidade é buscar o arrependimento e a fé, na certeza de que Jesus é “o caminho, a verdade e a vida” (Jo 14:6) e que em nenhum outro há salvação, vida abundante em nossa existência e Vida Eterna com Deus.

 

Muitos de nós podemos dizer que estamos prosseguindo, mas a questão é saber, já que estamos prosseguindo, para onde estamos indo, uma vez que não devemos viver uma vida sem propósito, sem um alvo. O nosso alvo deve ser, em primeiro lugar, buscar nos aproximar mais de Deus, nos tornando imitadores de Cristo através de uma vida de santidade, “para ver se de alguma maneira posso chegar à ressurreição dos mortos”, como disse o apóstolo Paulo. (Fl 3:11).

 

 

2. DEIXANDO AS COISAS DO PASSADO

 

Ao prosseguirmos na vida cristã, devemos mirar o alvo da santidade em nosso viver. Todas as nossas ocupações devem estar em harmonia com esse objetivo. Se estivermos comprometidos com qualquer tipo de negócio contrário à Palavra de Deus, isso vai comprometer a nossa luta pela santidade. Então é melhor desistir dele. Se concentrarmos o nosso esforço nesse objetivo, e “esquecendo-me das coisas que atrás ficam”, vamos estabelecer o propósito da nossa caminhada: rumo à Vida Eterna com Deus.

 

Quanto tempo perdemos com coisas que para trás ficam. Quem de nós tem poder pra mudar o que passou? Então, por que perdemos tanto tempo com as coisas que para trás ficaram? Vamos nos arrepender das más obras do passado e prosseguirmos. Não podemos mudar o passado, mas aquilo que está adiante de nós pode ser muito diferente em Cristo Jesus. Mesmo que haja pedras no caminho e mesmo que nos sentamos cansados e desanimados, lembremos que Deus está conosco e que o nosso esforço para viver em santidade não é em vão para o Senhor. Prossigamos, não desistamos. Somente prosseguindo é que vamos alcançar a vitória.

 

 

CONCLUSÃO:

Deus tem um propósito definido para aqueles que recebem Jesus como Senhor e Salvador. Descubra esse propósito e viva para alcançá-lo. Seu alvo é Cristo. Deixe as coisas do passado e prossiga nas pisadas daquele que é o único Caminho, a Verdade e a Vida: Jesus!

 

 

 

 

##################################################################################################

 

Print Friendly
Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Busca na Bíblia
Patrocinadores

Voltar ao Topo