Fortaleza -

TEMAS DAS CÉLULAS – MÊS DE OUTUBRO 2020

 

“Não darei nenhum valor a qualquer coisa que eu tenha ou venha a possuir, 

a não ser que tenham valor para o reino de Cristo.”

David Livingstone 

 

 

 

TEMA:  IMITADORES DE DEUS

 

TEXTO: Efésios 4:17-32 e 5:1

 

QUEBRA-GELO: Em sua opinião, como um cristão pode imitar a Deus?

 

INTRODUÇÃO: O texto lido como base, fala sobre o comportamento de alguém que teve um encontro com Jesus e termina nos ensinando que devemos ser imitadores de Deus, como filhos amados. Infelizmente muitos cristãos não têm conseguido ser imitadores de Deus. Brigas, gritarias, discussões, desentendimento, tem marcado lares e vida de muitos cristãos. O lugar onde deveria ser um pedacinho do céu, tem sido muitas vezes lugar de tormento e perturbação. Deus deseja manifestar Sua paz, alegria e santidade em nossas vidas e lares, por isso em Efésios 4:17 à 6:9, Deus nos deixou ensinamentos importantíssimos sobre como ser filhos imitadores de Deus. Nesta noite vamos aprender juntos:

 

 

04 LIÇÕES SOBRE COMO SERMOS IMITADORES DE DEUS.

 

1ª Lição – APRENDENDO MAIS SOBRE JESUS – Efésios 4:20

 

Depois de Paulo ensinar a Igreja como vive um gentio (não cristão), ele diz que não podemos imitar o comportamento e atitudes deles. Devemos como filhos de Deus, aprender com Jesus através dos ensinamentos e exemplos que Ele nos deixou, para isso é importante nos aprofundarmos cada dia mais no conhecimento de Sua Palavra.

 

PERGUNTA: Em sua opinião, qual o meio de conhecermos mais sobre Jesus?

 

 

2ª Lição – DEVEMOS NOS DESPOJAR DO VELHO HOMEM – Efésios 4:21-22 – Tiago 1:21

 

O sentido da palavra “despojar” neste texto é; privar, despir, abandonar. É o que devemos fazer com o estilo de vida que tínhamos antes de conhecer a Jesus. A natureza terrena e carnal que herdamos de Adão, é corrompida e pecaminosa, por isso devemos crucificar ela a cada dia.

 

PERGUNTA: Em sua opinião, qual o segredo para se despir do velho homem a cada dia?

 

 

3ª Lição – DEVEMOS RENOVAR NOSSO ENTENDIMENTO – Efésios 4:23 – Romanos 12:2

 

Quando recebemos a Jesus e decidimos nos despojar do velho homem, os antigos pensamentos e entendimentos pecaminosos não somem automaticamente da nossa mente, precisamos também decidir renovar o nosso entendimento a cada dia para experimentarmos a boa, perfeita e agradável vontade de Deus.

 

PERGUNTA: Em sua opinião, como manter o nosso entendimento (pensamento) sempre sadio?

 

 

4ª Lição – DEVEMOS NOS REVESTIR DO NOVO HOMEM – Efésios 4:24

 

Por fim, nós também precisamos nos revestir do novo homem que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade. Devemos agora manifestar através de nossas vidas às boas obras que Glorifiquem o nome de Deus e nos identifiquem como filhos imitadores de Deus.

 

PERGUNTA: Você acha que o cristão de hoje tem glorificado a Deus através de seu comportamento e atitudes?

 

 

CONCLUSÃO: Que nesta noite possamos decidir sermos verdadeiros imitadores de Deus. Que possamos através do nosso comportamento, atitudes e palavras honrar o Nome do nosso Pai Celeste, vivendo uma vida cheia de santidade, justiça, alegria e paz!!!

 

 

 

 

 

##############################################################################################################################

 

 

 

 

 

TEMA: DAVI UM MODELO DE RESILIÊNCIA

 

TEXTO: 1 Samuel 30.1-20

 

QUEBRA GELO: Conhece alguém que já teve o carro roubado? Como ele reagiu?

 

INTRODUÇÃO: O termo “resiliência” na física significa a capacidade que alguns materiais têm de suportar o estresse ou pressão sem ocorrer ruptura. Quando a tensão cessa, não fica nenhuma deformação. A psicologia tem usado esse mesmo termo como a capacidade de lidar com problemas, superar obstáculos ou resistir às pressões, choques, estresse, etc., sem entrar em colapso. Também se aplica à capacidade que o indivíduo tem de entrar em situações difíceis e angustiantes, sair dela, não ileso, mas, sem sequelas.

Davi e os seus seiscentos homens estavam fora de Ziclague havia já uns dez dias. Certamente com muitas saudades de seus familiares. Estavam cansados e naquele momento tudo o que eles queriam era voltar para o afeto do lar. Porém, ao chegarem em casa o que eles encontraram? Os Amalequitas haviam saqueado a cidade, levado tudo, as pessoas, os animais, os bens e ainda atearam fogo no que ficou. Sobraram apenas cinzas e fuligens. Como você acha que eles se sentiram? Como você regeria no lugar deles? O que faríamos no lugar de Davi? Davi superou essa barra porque era uma pessoa resiliente.

 

 

1 – MOSTROU EQUILÍBRIO EMOCIONAL – 1 Sm 30.6

 

Que todas as pessoas têm problemas não é novidade, o que faz toda a diferença é a forma como cada uma lida com eles. Davi superou inúmeras situações difíceis, mas esta parecia ser o fim de tudo. Os homens falavam até de apedrejá-lo. Aqui você não vê Davi com medo, ou se teve, ele superou, porque mesmo em profunda tristeza pela imensurável perda, ainda com a alma angustiada, ele mais que depressa recorre ao Trono da Graça e se reanima no Senhor, seu Deus.

 

 

2 – AGIU COM SABEDORIA – 1 Sm 30: 7,8 / Pv 2.6

 

Há pessoas que, ao sofrer uma derrota, não se levantam mais. Nunca acham o rumo da vida. São pessoas inteligentes, capazes, mas que estão paralisadas sem saber o que fazer, que direção tomar. Simplesmente ficaram sem direção diante de uma derrota. Muitos estão com a vida parada há 10, 15, 20 anos. As perdas não paravam Davi. Davi sempre mostrou ser temente a Deus e a Bíblia diz que “o temor do Senhor é o princípio da sabedoria” (Sl 111.10). Diante daquela terrível derrota Davi consultou ao Senhor e o Senhor lhe assegurou restauração de tudo o que o inimigo havia roubado. Em todas as situações Davi sempre buscava ao Senhor e isso lhe proporcionava as vitórias.

 

 

3 – TOMOU ATITUDE DE FÉ – 1 Sm 30.9-10;18-20

 

Enquanto que muitos ficariam se lamuriando amarrados à situação, Davi se reanimou no Senhor, buscou a direção do Altíssimo e partiu para o ataque. Interessante que agiu com sabedoria e discernimento ao deixar os duzentos homens cansados para cuidarem da bagagem, assim, puderam avançar com mais agilidade. Também agiu com sabedoria com o escravo egípcio e este o levou até o bando. De forma estratégica atacou vitoriosamente o inimigo recuperando tudo, seus familiares, animais e bens. Com um detalhe, ficou com os despojos dos amalequitas, que por sinal eram tantos que distribuiu entre seus homens e ainda fez uma cortesia aos anciãos de Judá (1Sm 30.26). Davi confiou na palavra do Senhor de que iria recuperar tudo e isso fez toda a diferença. Um dos segredos da resiliência de Davi era a sua fé no Deus que tudo pode.

 

 

CONCLUSÃO – Davi é um modelo de pessoa resiliente porque tinha equilíbrio emocional e agia com fé e sabedoria. Quando tudo parecia o fim, no lugar dele ficar lamuriando e reclamando com Deus, ele se reanimou no Senhor, buscou direção, confiou e foi atrás do que o inimigo havia roubado. Este foi seu diferencial, porque além de recuperar tudo, a sua derrota foi revertida em vitória, pois ficou com os bens do inimigo e, a iniciativa de presentear os anciãos de Judá o levou rapidamente ao trono (2Sm 2.4). Você quer ser uma pessoa resiliente? Seja como Davi.

 

 

 

 

 

###############################################################################################################################

 

 

 

 

 

TEMA: CAPACIDADE DE SUPERAÇÃO

 

TEXTO: Gênesis 39.1-23

 

QUEBRA GELO: Conhece alguém que sofreu uma grande perda e recuperou-se rapidamente?

 

INTRODUÇÃO: Jesus alertou seus discípulos de que na vida haveria momentos difíceis, ao dizer: no mundo tereis aflição (Jo 16.33). Superar as adversidades da vida não é fácil, porém, quando olhamos para as Escrituras vemos que não estamos sozinhos e, confiar nAquele que nos fortalece (Fp 4.13), foi um dos segredos de José do Egito. José foi um vencedor porque:

 

 

1 – SUPEROU TRAUMAS E FRUSTRAÇÕES – Sl 147.3

 

O que é um trauma emotivo? É um impacto ocasionado por choque moral ou emocional, capaz de causar uma neurose. Também é um conjunto de distúrbios físicos ou psíquicos, ocasionados por uma violência exterior. Vejamos algumas situações consideradas fatores traumáticos que José venceu: injustiças, brigas familiares, frustrações, fobias, prisões, perdas de entes queridos, violência sexual, demissão, traição, indiferenças, etc. Por mais que sejamos equilibrados e resolvidos emocionalmente, estamos sujeitos a alguns reveses na nossa caminhada existencial. José foi capaz de superar tudo isso porque confiava sempre no Senhor.

 

 

2 – SUPEROU OS LAÇOS DE TENTAÇÃOES – Gn 39.7-9

 

José era um jovem atraente e de boa aparência (Gn 39.6). Certamente a esposa de Potifar também era uma mulher bonita e formosa. José estava longe de seus familiares e dos seus educadores religiosos. Como pode um rapaz saudável, solteiro, cheio de hormônios, vivendo numa terra onde poderia pecar sem ser surpreendido por nenhum “fiscal da fé”, recusar a cantada da mulher de Potifar? A oportunidade era perfeita! Porém, José manteve-se firme, fiel e leal ao seu senhor e ainda declarou: “como, pois, cometeria eu tamanha maldade e pecaria contra Deus?”.  Só há uma razão: o temor ao Senhor.

 

 

3 – SUPEROU A OPORTUNIDADE DE SE VINGAR – Gn 45.4-5

 

José do Egito pode ser comparado com Jesus em várias coisas. Além de salvar seu povo de ser eliminado pela fome, ele foi: zombado, humilhado, traído, caluniado e injustiçado. Mas, além de tudo isso, algo nos chama a atenção, a sua capacidade de liberar perdão. Tinha tudo para vingar-se da esposa de Potifar e de punir seus irmãos. Porém, fez ao contrário, socorreu e encaminhou seus irmãos a um padrão melhor de vida. Além de tudo, colocou definitivamente uma pedra sobre seu passado ao dar o nome a seus dois filhos, pois Manassés significa: “Deus me fez esquecer todo o meu sofrimento e toda a casa de meu pai”, e Efraim: “Deus me fez crescer na terra da minha aflição”. (Gênesis 41.51-52).

 

 

CONCLUSÃO – Filho preferido do pai e demasiadamente mimado por isso, José tinha tudo para ser um revoltado com a vida. Ainda na flor da idade sofreu a indiferença dos irmãos, foi vendido como um animal a uma caravana desconhecida. Acusado e injustiçado pela esposa de Potifar. Lá na prisão interpretou dois sonhos que seriam a esperança de provar sua inocência, contudo, ficou esquecido por dois anos pelo copeiro de Faraó. Porém a sua fé e temor a Deus o fez superar traumas, tentações e ainda liberar perdão aos seus ofensores. Até hoje, a capacidade de superação de José é um grande exemplo para nós.

 

 

 

 

 

##############################################################################################################################

 

 

 

 

 

TEMA: PRIMEIRO O REINO DE DEUS

 

TEXTO:  Mateus 6.33

 

QUEBRA-GELO: Você tem algumas prioridades em sua vida?

 

INTRODUÇÃO: Em tudo, o reino de Deus e a sua justiça deve ser sempre a nossa prioridade. Ele nos formou e dele somos (Sl 100.3). Ele é o Todo Poderoso, o nosso Criador, digno de toda honra e toda glória (Ap 4.11). Ele nos deu paz e vida eterna em Cristo Jesus (Jo 5.24). Tudo vem dele, porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas (Rm 11.36). Assim sendo:

 

 

1 – PRECISAMOS PRIORIZAR A VONTADE DE DEUS

 

Jesus nos desafia a mudarmos nossas prioridades. Normalmente, colocamos nossas coisas em primeiro plano, tais como: a comida, a roupa, o dinheiro, a família, o trabalho, a prosperidade financeira, etc.. Sentimos tais necessidades, mas existe algo mais importante que tudo isso: o reino de Deus. Em vez de focarmos em nós, devemos primeiro focar em Deus. Se Ele é nosso rei, é Ele quem deve comandar a nossa vida. Nosso trabalho deve ser o de procurar saber qual é a Sua vontade para nossas vidas esforçando-nos em realizá-la (Mt 6.9-10).

 

 

2 – PRECISAMOS APRENDER A DIFERENCIAR COISAS DE REINO

 

É muito simples: coisa é tudo o que é passageiro; reino é tudo que é eterno. Por exemplo: casa, carro, trabalho é coisa; alegria, paz, salvação é reino. Importante frisar que quem busca reino tem coisa e quem busca coisa não tem reino. A Bíblia diz: “não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas” (2Co 4.18). Pessoas é reino, há uma eternidade para elas, por isso quem ganha almas é sábio! (Pv 11.30) Você tem priorizado o reino?

 

 

3 – PRECISAMOS CRER QUE OS PRINCÍPIOS DO REINO SÃO INEGOCIÁVEIS

 

Os princípios e valores do reino de Deus são inegociáveis. David Livingstone disse: “Não darei nenhum valor a qualquer coisa que eu tenha ou venha apossuir, a não ser que tenham valor para o reino de Cristo.” O rei Davi declarou: Tu és o meu Senhor; outro bem não possuo, senão a ti somente” (Sl 16.1). “Quando nós fazemos o negócio com as pessoas, precisamos de dinheiro. Quando fazemos o negócio com Deus, precisamos de fé. A fé é a moeda do reino de Deus”(Reinhard Bonnke). Portanto os que procuram primeiramente o reino de Deus e a sua justiça, receberão por acréscimo todas as coisas que precisam. Creia nisso.

 

 

CONCLUSÃO: Não há nada mais importante no reino do que o Rei! “O teu Reino é eterno, e tu és Rei para sempre. O SENHOR Deus sempre cumpre o que promete; ele é fiel em tudo o que faz” (Sl 145.13-NTLH) O reino de Deus é justiça, paz e alegria no Espírito Santo (Rm 14.17). A certeza de estarmos fazendo a vontade de Deus é como uma arma certeira para combater os temores e preocupações desta vida. Vamos praticar o “Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu.” Com muita alegria e convicção vamos dizer: primeiro o reino de Deus.

 

 

 

 

 

###############################################################################################################################

 

 

 

 

 

TEMA: NENHUMA CONDENAÇÃO

 

TEXTO: Romanos 8.1

 

QUEBRA-GELO: Você já presenciou em filme ou numa situação real a cena de um julgamento onde cada rosto aguarda o veredicto do juíz? O medo e a angústia expressa no rosto do prisioneiro, de pé no banco dos réus. Você consegue imaginar isso?

 

INTRODUÇÃO: O capítulo oito de Romanos começa com “nenhuma condenação há” e termina com “nenhuma separação há” para aquele que está em Cristo Jesus (Rm 8.33-39). Portanto, em Jesus você está sempre seguro. Contudo, o que é estar em Cristo Jesus? Vejamos:

 

 

1 – É UMA ATITUDE DE FÉ

 

Somos salvos pela graça mediante a fé e não por obras (Ef 2.1-10). Por que não há condenação? Se Jesus recebeu o castigo por meus pecados em Seu próprio corpo, logo é certo que eu não terei que recebê-lo outra vez no meu (1Pe 2.24). Simplesmente preciso crer (Jo 5.24). Lembrando que fé gera atitude: “A fé que aceita Cristo deve ser acompanhada pelo arrependimento que rejeita o pecado” (John Stott). – Nenhuma condenação há para quem pela fé está em Cristo Jesus.

 

 

2 – É UMA DECISÃO PESSOAL

 

Há um chamado ao coração, mas o Senhor respeita a nossa decisão (Ap 3.20).  Estar em Cristo implica: negar-se a si mesmo, tomar a cada dia a sua cruz, e segui-Lo (Lc 9.23). Decidir não mais obedecer aos desejos da carne: “A morte perde metade de suas armas quando negamos em primeiro lugar os prazeres e interesses da carne” (Richard Baxter). Decida viver uma vida vitoriosa e feliz guiada e santificada pelo Espírito Santo (Rm 8.14; 1Ts 5.23). – Nenhuma condenação há para aqueles que decidiram estar em Cristo Jesus.

 

 

3 – É UM NOVO ESTILO DE VIDA

 

Andar segundo a carne é fazer os desejos pecaminosos dela (Gl 5.16-18). Andar segundo o espírito é viver uma nova vida de santidade em Cristo Jesus (2Co 5.17). É um novo estilo de vida. “Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele andou” (1Jo 2.6). Jesus “homem” foi o nosso maior exemplo de santidade. Paulo adverte: “Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis” (Rm 8.13). – Nenhuma condenação há para aqueles que vivem em Cristo Jesus.

 

 

CONCLUSÃO: Amado(a), cuidado com as opções deste mundo, o desejo da carne é pecar, o desejo do espírito é viver. Não se arrisque a se sustentar na fragilidade da carne, antes firme-se na sólida Rocha que é Cristo. Busque encher-se do Espírito Santo (Ef 5.18), assim você não cairá nas tentações dos prazeres mundanos, mas continuará ligado ao Pai Celestial. Estando em Cristo Jesus você não será condenado e, como filho(a), poderá desfrutar das bênçãos de Deus para ter em 2018 um ano de “crescimento extraordinário”.

 

 

 

 

 

Print Friendly
Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Busca na Bíblia
Patrocinadores

Voltar ao Topo